CALENDÁRIO DE CURSOS 2017

Cursos para Assessores de Eventos Sociais em 2017 em São Paulo:

Cursos para Assessores de Eventos Sociais:

18.03.17 (Sábado) – São Paulo

08.04.17 (Sábado) – Belo Horizonte

14.04.17 e 15.04.17 (Sexta –feira e Sábado) – Cuiabá

29.04.17 (Sábado) – Rio de Janeiro

08.05.17 (Segunda-feira) - Palestra com Adriana Gunther & Katia Cardoso do Básico ao Avançado

Cursos para Assessores –Especialização em Casamento Homoafetivo:

19.03.17 (Domingo) – São Paulo

Outras datas de São Paulo e demais Estados, ainda sem programação!

terça-feira, 10 de agosto de 2010

Casamento na TV!

Ontem assistindo a TV Bandeirantes (CQC) , vi a chamada para o programa de hoje A LIGA que estará abordando o assunto de Casamento.
Não deixem de assistir hoje ás 22hrs.
Vejam as matérias relacionadas pela Band:


Segunda-feira, 09 de agosto de 2010 - 20h07
O sonho do casamento

O casamento é um enlace, um vínculo de amor entre duas pessoas que unidas pelo matrimônio, recebem também o reconhecimento social, governamental e religioso.

Junto com algumas burocracias e incertezas, ele traz também a realização de um sonho de toda vida. Mulheres que se imaginam casando de véu e grinalda, com direito a igreja enfeitada, carros especiais para levar até a igreja, mimos para padrinhos e convidados. Tudo escolhido com muito carinho e atenção pelos noivos.

Mas será que hoje em dia o casamento está sendo visto atualmente como algo antigo e fora de moda? E que morar junto já é uma forma de casamento? Cerca de 80% das mulheres querem se casar como manda o figurino: vestido, a igreja, a presença dos amigos e, claro, seu grande amor.

Na cidade de São Paulo, nos últimos oito anos, o número de casamentos de papel passado cresceu mais de 21%. Só no Brasil, os gastos com casamentos somam R$ 8 bilhões por ano com os preparativos para a cerimônia. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Pesquisa (IBGE), houve um crescimento de 34,8%no número de casamentos de 1998 até o ano de 2008.

A realização de um casamento é um acontecimento que envolve toda a família. Os gastos são altos – muitas vezes da até para comprar um carro popular 0K –, mas são muitos os casais dispostos a realizar este sonho.

Redatora: Cristiane Andrade

Segunda-feira, 09 de agosto de 2010 - 20h20

Tipos de casamentos

A sociedade criou diversas expressões para classificar os inúmeros tipos de relações matrimoniais existentes. Alguns são mais liberais, outros aprovam os casamentos arranjados, e ainda tem os que permitem a poligamia.

No Brasil os mais comuns são os casamentos civil e religioso, que encontram suas variações no campo, na praia ou em espaços contratados. A única exigência é que tenha um líder religioso como um padre, um bispo ou qualquer representante para reconhecer o matrimônio.

Veja alguns modelos de casamentos:

Casamento Civil: é celebrado sob os princípios da legislação de cada país.

Casamento Religioso: este é o mais quisto pela sociedade. Ele é celebrado perante uma autoridade religiosa para abençoar o novo casal.

Casamento Homossexual: o casamento gay é realizado entre duas pessoas do mesmo sexo. Autorizado em alguns países como Espanha, Bélgica, África do Sul,Canadá, Noruega e Suécia. A Islândia também aprovou o casamento entre pessoas do mesmo sexo no dia 11 de junho de 2010, e a lei entrou em vigor no dia 27 de junho deste ano. N a Argentina, a Câmara dos Deputados aprovou o projeto de lei no dia 5 de Maio de 2010 e na madrugada do dia 15 de julho o senado aprovou a união entre pessoas no mesmo sexo, com 33 votos a favor e 27 em contra.

Casamento Aberto: No casamento aberto é de comum acordo entre o casal, que os cônjuges tenham outros parceiros com o consentimento mútuo.

Casamento branco ou celibatário: O casal desfruta da companhia um do outro, mas sem relações sexuais.

Casamento Arranjado: Geralmente este tipo de casamento ainda acontece em cidades pequenas, ou em países onde os pais, irmãos ou mesmo o chefe de uma tribo, combinam entre as famílias. Muitas vezes este casamento arranjado pode ser estimulado por dotes, troca de favores ou pagamento em dinheiro.

Casamento Poliândrico: é um tipo de casamento realizado entre uma mulher e vários homens. Este tipo de matrimônio ocorre em certas partes do Himalaia, por exemplo.

Casamentos Comunitários:
Alguns casais gostariam de fazer um casamento com tudo o que tem direito, festa, buffet e outros detalhes, porém, nem todos possuem dinheiro para prepara este evento. Ou então preferem separar o dinheiro para investir na casa própria ou apartamento, ou da reforma e mobília do lar.

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Pesquisa (IBGE), o crescimento nos casamentos está relacionado à melhoria no acesso aos serviços de Justiça, à procura de casais para formalizarem uniões consensuais e à oferta de casamentos coletivos.

Algumas cidades como Barueri, Osasco, Carapicuíba e Itapevi, só para ficar no estado de São Paulo, promovem este tipo de matrimônio. Com o apoio das prefeituras e incentivadores, eles promovem anualmente o casamento comunitário, que chegam a reunir centenas de casais de uma só vez para o enlace.

De acordo com o artigo 1512 do Código Civil, a lei garante o casamento sem custos para pessoas cuja pobreza seja declarada. Geralmente, para inscrição nos casamentos comunitários, é preciso apresentar alguns documentos no local que organiza, como CPF (original e cópia), RG (original e cópia), Certidão de Nascimento (original e cópia) e comprovante de endereço.

Redatora: Cristiane Andrade

Segunda-feira, 09 de agosto de 2010 - 20h11

Quanto custa casar?

Os valores a serem gastos em um casamento é muito relativo. Existem os matrimônios mais luxuosos, os médios e os mais simples, que incluem apenas um almoço com a família logo após o enlace. Veja abaixo alguns valores médios que envolvem a igreja, o buffet, a decoração, e outros detalhes para o dia do evento:

Igreja : Para solicitar a transferência dos papéis da igreja do bairro onde mora para a paróquia que você deseja se casar é necessário o pagamento de uma taxa em torno de R$ 200. Já na igreja escolhida, é necessário pagar mais uma taxa equivalente. Para a decoração ainda é preciso desembolsar um valor que varia de R$ 600 até R$ 2 mil.

Cartório: É necessário o pagamento da taxa para dar entrada com a papelada do casamento que custa entre R$ 150 até R$ 350.

Buffet : O serviço de buffet geralmente inclui bebidas, acompanhadas com um jantar com uma salada de entrada e um prato principal. Além das refeições, também são servidos uma sobremesa que podem ser tortas ou sorvetes, o próprio bolo da noiva, além, é claro, dos esperados docinhos. Os valores dependem da qualidade e da marca do que será servido, da quantidade de profissionais envolvidos e também de convidados. Uma festa para 200 convidados é possível gastar um valor mínimo de R$ 35 reais por pessoa, algo em torno de R$ 7 mil.

Convites: Os convites mostram muito sobre o casal de noivos. Pode ser feito em papel, tecido ou de palha, letras diferentes e até desenhos animados. Os convites podem custar no mínimo R$ 2 reais a unidade, mas o preço médio é de R$ 5 a unidade. Dependendo do papel, do modelo e do envelope esse valor pode mudar. Para ficar ainda mais bonito, algumas noivas optam pelo serviço de um calígrafo, que custa em média R$ 1,20 para cada convite.

Dia da Noiva : O dia especial para as noivas, com direito a massagem, banho de ofurô, penteado, maquiagem, entre outros mimos, pode custar de R$ 300 até R$ 2 mil.

Decoração: Geralmente o valor da decoração é a parte, ou seja, não está incluso no valor do buffet. O valor a ser pago depende muito da quantidade de flores e plantas a serem usadas. O tipo das flores como Tulipas, Rosas Colombianas e Orquídeas são nobres e, por isso, mais caras. Em média, o valor da decoração fica em torno de R$ 2800.

Carro: Inicialmente, este item parece algo que pode ser descartado, afinal, arrumar um carro neste dia especial é fácil, já sempre tem um pai ou um padrinho que oferece levar a noiva e o noivo para onde desejar. O difícil é convencer a noiva de que não é necessário alugar um carro lindo, modelo 1947, ou uma limusine branca com direito a champagne e bombons de brinde. Geralmente, o aluguel de um carro para levar os noivos, incluindo a placa decorativa com os nomes dos pombinhos, pode custar de R$ 500 até R$ 3 mil.

Redatora: Cristiane Andrade



Nenhum comentário:

Postar um comentário